Navio Patrulha Oceânico Viana do Castelo inicia Comissão nos Açores

O Navio Patrulha Oceânico Viana do Castelo inicia a comissão na zona marítima dos Açores, guarnecendo desta forma o dispositivo naval padrão da Marinha Portuguesa no arquipélago dos Açores. O navio irá realizar tarefas no âmbito da busca e salvamento marítimo, controlo e fiscalização da atividade económica no espaço sob jurisdição nacional, controlo e segurança da navegação, prevenção e combate à poluição marítima e ações de combate a atividades relacionadas com o narcotráfico ou outras atividades ilícitas.

Para além das tarefas acima referidas, este navio tem capacidade para cooperar em operações militares de baixa intensidade, assim como em ações decorrentes da promulgação do estado de sítio ou emergência e no apoio humanitário na sequência de desastre natural, tendo um importante papel no apoio à Proteção Civil nos Açores.

Após um período de treino que permitiu implementar e desenvolver competências da guarnição, o Navio de Patrulha Oceânico Viana do Castelo encontra-se pronto para servir nesta missão, onde irá dar o seu melhor em prol do lema que carrega ao peito: “No mar, sempre vigilantes”.  

O NRP Viana do Castelo é comandado pelo capitão-tenente Hugo Miguel Paciência da Silva e tem uma guarnição de 47 elementos.

AA/CZMA