Navio “São Jorge” vai ser rebocado para o porto da Praia da Vitória

O navio-tanque “São Jorge”, que efetua o transporte de combustível entre ilhas, embateu, durante a noite de segunda-feira, 07 de fevereiro, no Ilhéu da Praia, depois de sair do porto da Praia, na ilha Graciosa, nos Açores, tendo sofrido um rombo na casa das máquinas que originou uma entrada de água a bordo.

O alerta foi recebido cerca das 23h25, através da embarcação de pilotos que se encontrava nas proximidades, tendo o navio conseguido divergir para o fundeadouro externo do porto da Praia, onde fundeou por questões de segurança, encontrando-se estável. Por precaução e devido à elevada entrada de água a bordo, parte da tripulação do navio foi recolhida pela embarcação de pilotos.

Para o local foi empenhado o navio NRP Setúbal, da Marinha Portuguesa, com uma equipa da Brigada de Intervenção Rápida de Combate à Poluição (BIRPOL), da Autoridade Marítima Nacional, para, de forma preventiva, vigiar e avaliar eventuais focos de poluição que pudessem ocorrer, bem como uma equipa de mergulhadores contratados pelo armador do navio. Com o apoio da Força Aérea Portuguesa, foram também transportados para a ilha Graciosa elementos do Destacamento de Mergulhadores Sapadores da Marinha e uma equipa de reforço da BIRPOL com material adicional de combate à poluição.

Durante o dia 09 de fevereiro foram efetuadas perícias ao casco do navio, tendo os mergulhadores especializados da Marinha realizado trabalhos que irão permitir efetuar o reboque do navio acidentado em segurança para o porto da Praia da Vitória, na ilha Terceira, com recurso a dois rebocadores.

O navio encontra-se estável e a monitorizar a situação está o navio NRP Setúbal, bem como as equipas da Brigada de Intervenção Rápida de Combate à Poluição (BIRPOL) e elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Angra do Heroísmo.

Esta ação está a ser coordenada pelo Capitão do Porto e Comandante-local da Polícia Marítima de Angra do Heroísmo, em articulação com a Marinha, a administração portuária local e o armador do navio.

AA/AMN