Nova extensão do projeto “Ilhas de Inovação”

O Subsecretário Regional da Presidência anunciou, nos Países Baixos, a extensão oficial do projeto “Ilhas de Inovação” até setembro de 2022, sublinhando o importante papel do arquipélago dos Açores enquanto região piloto do mesmo a nível internacional.

“Os Açores, devido à sua densidade populacional e dispersão geográfica, têm um enorme potencial para ser uma região piloto para testes a nível internacional”, afirmou Pedro de Faria e Castro, que participava no simpósio “Perspetivas Futuras das Ilhas de Inovação”, que decorreu em Leeuwarden, capital da província da Frísia.

Na sua intervenção, Pedro de Faria e Castro disse ainda que se pretende “apostar fortemente na inovação e na formação”, sublinhando o objetivo de se criarem ‘coaches’ regionais “e testar em diversas ilhas Açorianas abordagens referentes à ‘tipping wheel’ e sob os mais variados temas”, com a realização de workshops e com a formação de formadores regionais para aplicar esta metodologia.

“Acreditamos verdadeiramente que os Açores irão afirmar-se como uma Região Ultraperiférica de inovação e que este será um projeto de sucesso” considerou ainda Faria e Castro.

O projeto “Ilhas de Inovação”, que se desenvolve no contexto do Programa INTERREG Europa, tem como regiões parceiras dos Açores nesta nova extensão, a Madeira, a Frísia (Países Baixos), Samso (Dinamarca) e Kuressaare (Estónia).

Este projeto de cooperação está centrado nas oportunidades de diversificação das economias das regiões parceiras do projeto, melhorando as suas políticas de inovação e potenciando novas atividades, produtos e empreendedorismo nas zonas geográficas do projeto, além de permitir o intercâmbio de boas práticas entre as mesmas.

AA/GRA