Novas medidas de combate à covid-19 nos Açores entram em vigor no sábado

A partir das 00h00 deste sábado, dia 12 de fevereiro de 2022, deixa de ser obrigatória a apresentação de teste de diagnóstico de SARS-CoV-2 para acesso a espetáculos culturais ou desportivos nas ilhas em situação de contingência (Corvo, Flores, Santa Maria e Graciosa), bastando a apresentação de certificado de recuperação ou declaração médica de alta clínica por covid-19 ou quando seja demonstrado ter sido vacinado há, pelo menos, 14 dias com uma dose de reforço. 

Esta é uma das medidas anunciadas pelo Secretário Regional da Saúde e Desporto, no âmbito da renovação de medidas de combate à pandemia por covid-19 e que constam da Resolução do Governo Regional dos Açores, entretanto publicada em Jornal Oficial. 

Nas ilhas com transmissão comunitária (São Miguel, Terceira, Pico, Faial e São Jorge), “sempre que o número de espetadores for igual ou superior a 500, bem como para aceder a bares e espaços de diversão noturna, independentemente de ser detentor do certificado de vacinação COVID da UE válido, fica obrigado a apresentar um resultado negativo de um teste de rastreio à covid-19, efetuado nas 72 horas anteriores ou nas 24 horas anteriores, caso dos testes rápidos”, frisou Clélio Meneses. 

Mas, também nestas ilhas, “dispensa-se a apresentação de teste com resultado negativo quando for apresentado certificado de recuperação ou declaração médica de alta clínica por covid-19 ou quando seja demonstrado ter sido vacinado há, pelo menos, 14 dias com uma dose de reforço”. 

O governante anunciou, igualmente, a dispensa de testes negativos à entrada na região para “passageiros vindos do estrangeiro e do território nacional que apresentem o Certificado Digital COVID de vacinação da União Europeia válido ou o Certificado Internacional de Vacinação da Organização Mundial da Saúde”. 

Outra medida anunciada foi a proibição dos festejos de Carnaval, “para não promover o favorecimento de contágios”, justificou Clélio Meneses.

“Foi entendido que entre os dias 25 de fevereiro e 1 de março de 2022, ficam proibidas quaisquer manifestações recreativas e culturais, celebrações, festejos ou ajuntamentos, em espaços fechados ou na via pública”, disse.

A variante Omicron apresenta-se “esmagadoramente dominante” nos Açores, referiu o Secretário Regional da Saúde, lembrando que a situação pandémica evolui como no resto do país, “mas com elevado nível de vacinação”.

O governante sustenta mesmo que “há uma proteção acrescida nos açores”. 

Na mesma conferência de imprensa, o Diretor Regional da Saúde, Berto Cabral, anunciou mais duas funcionalidades na plataforma “Apoio Covid – Soluções Online”.

Uma delas permite às pessoas com teste positivo à covid-19 (maiores de 10 anos), receberem ao 5.º dia um SMS e um ‘link’ para informarem sobre os respetivos sintomas ou declararem a inexistência dos mesmos.

“Ao 6.º dia receberão outra mensagem dando nota de que podem fazer a sua vida, sem receberem mais qualquer contacto”, disse Berto Cabral. 

Nos próximos dias, cerca de 13 mil pessoas poderão receber a mensagem. 

Outra solução a implementar provavelmente até ao final desta semana permite a quem seja notificado como caso positivo, receber uma mensagem, com ‘link’, para informação sobre os coabitantes e sintomatologia.

AA/GRA