Parlamento aprova proposta do PS para Linha de Apoio Social aos estudantes universitários Açorianos

O Parlamento Açoriano aprovou uma proposta do Partido Socialista para a criação de uma Linha de Apoio Social aos jovens universitários Açorianos, que irá, igualmente, garantir um apoio muito importante aos trabalhadores-estudantes que se viram confrontados com a perda do seu rendimento ou que ficaram desempregados no atual contexto de pandemia.

A iniciativa foi apresentada pelo deputado Vílson Ponte Gomes.

Os apoios contemplam a perda de rendimentos do agregado familiar do jovem e a perda de rendimentos de cada jovem trabalhador-estudante, com base numa percentagem do Indexante dos Apoios Sociais e majorando os estudantes deslocados, ou seja, aqueles que estudem fora da sua ilha de residência ou a mais de 50 km desta.

A iniciativa irá abranger os estudantes Açorianos matriculados em instituições de ensino superior, cujo agregado familiar se encontre numa situação de quebra de rendimento decorrente da pandemia e que sejam residentes na Região Autónoma dos Açores há pelo menos três anos. 

Para Vílson Ponte Gomes, “este assunto tem de ser prioritário, para proteger e salvaguardar os interesses de todos os jovens universitários Açorianos, independentemente destes se encontrarem a qualificar-se no exterior ou na Região, pois queremos que os nossos jovens encarem com otimismo os desafios com somos confrontados”.

“Nenhum jovem Açoriano pode ver a sua progressão académica prejudicada ou adiada pelo contexto pandémico que atravessamos. Não podemos permitir que existam jovens que suspendam ou deixam de frequentar o ensino superior por falta de recursos”, finalizou o deputado do PS/Açores, Vílson Ponte Gomes.

AA/PS