Pintor Açoriano Paulo Damião expõe na Casa Varela em Pombal

A Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital, através da Direção Regional da Cultura (DRC), apoia a divulgação da exposição “A Força da Luz”, patente ao público na Casa Varela – Centro de Experimentação Artística, no município de Pombal, e na qual figuram três artistas, entre eles o pintor Açoriano Paulo Damião, com o projeto “O Lugar onde se é esperado”.

A exposição de pintura de Paulo Damião, bem como a instalação de Media Art “ASYNCHRONOUS” de Diogo Mendes, e a exposição de fotografia “Magiae Naturalis” de Telmo Mendes, patente até dia 28 de julho, efetua uma exploração de espaço e de lugar, numa reflexão sobre o conceito de pertença, resultado de vivências, memórias e interpretações pessoais.

O artista plástico micaelense, formado em Pintura na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, atualmente a trabalhar na região de Lisboa, refere que “a memória contribui como reservatório de imagens, de pontos de referência, numa espécie de cápsula temporal” que “define” e “humaniza”.

Paulo Damião iniciou o seu percurso de exposições coletivas e individuais em 2004 e 2005, respetivamente, estando representado em diversas coleções, como na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, na Coleção Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, no Museu Municipal de Coimbra – Coleção de Arte Contemporânea, na Fundação Henrique Leote, entre outros, tendo ainda participado em vários trabalhos editoriais.

Segundo Valter Hugo Mãe, as telas do pintor relevam “pura nudez, a queda da máscara, o indivíduo enquanto entrega inelutável, sem fuga, vulnerável e enfim no lugar onde era esperado”, adiantado que as obras de Paulo Damião “passam para o futuro, inscritas nessa História de espanto que o junta de facto a Goya ou a Bacon”.

“A sua família é essa. Os artistas, no que à obra diz respeito, existem entre os mortos, de todo o modo. As suas visões são transcendentes porque comunicam ansiosas com discursos dos mortos e assim se propõem às considerações dos vindouros”, refere ainda o artista. 

“A Força da Luz” está patente ao público na Casa Varela, localizada na Rua de Leiria, n.º 4, 3100-437 Pombal, às quintas e sextas-feiras, das 16h00 às 21h00, e aos sábados e domingos, das 10h00 às 13h00.

AA/GRA