Ponta Delgada apela à colaboração da comunidade na preservação das zonas verdes do concelho

O Município de Ponta Delgada apela à colaboração da comunidade na preservação das zonas verdes do concelho. Em causa está o furto de árvores do tipo Cupressus sempervirens, recentemente replantadas no Loteamento do Carmo, no Livramento.

A Câmara Municipal de Ponta Delgada já apresentou queixa às autoridades criminais e repudia os atos de vandalismo ali praticados, em claro desrespeito pelo ambiente e pela ação ambiental que foi levada a cabo naquela zona residencial de Ponta Delgada, numa parceria com a Finançor Distribuição Alimentar – Solmar.

Foram replantadas 100 Tipuanas e 50 Cupressus sempervirens, adquiridas pela Finançor, com vista a contribuir para o reforço da qualidade e do bem-estar ambiental no Loteamento do Carmo.

Ponta Delgada tem cerca de 500 mil metros quadrados de áreas de jardins e espaços verdes, bem como inúmeras artérias arborizadas, o que melhora substancialmente as condições de vida no concelho e a redução da pegada carbónica.

Por este motivo, o Município de Ponta Delgada tem investido significativamente na manutenção e na requalificação destes espaços, bem como na criação de novos, cuja preservação depende da boa colaboração de quem vive, trabalha ou visita o concelho.

AA/CMPD