Ponta Delgada assinala 475º aniversário com programa diversificado e inteiramente online

O 475.º aniversário da Cidade de Ponta Delgada vai ser assinalado com um programa diversificado e inteiramente online, tendo em conta a atual situação de pandemia.

Na quinta-feira, dia 1 de abril, às 20h30, vai ser transmitida em direto no Facebook e Youtube da autarquia a Conferência “Olhar o Futuro – Como imagino Ponta Delgada daqui a 50 anos?”, na qual vários conferencistas convidados são desafiados a idealizar e a projetar a cidade para o futuro.

André Tavares Rodrigues, Investigador e Psicólogo; Carolina Backlar, Arquiteta; Conceição Medeiros, Professora e Coordenadora do Projeto Novas Rotas; João Monteiro, Empresário Agrícola; Joana Borges Coutinho, Empreendedora e Consultora em Sustentabilidade; Maria João Gouveia, Bailarina, Professora e Empreendedora Cultural; e Roberto Medeiros, Empreendedor, são os convidados.

A moderação estará a cargo de Paulo Simões, diretor do “Açoriano Oriental”.

No dia seguinte, 2 de abril, Dia da Cidade, é inaugurada, às 11h00, a exposição “Presidentes da Câmara Municipal de Ponta Delgada: 1900-2020”, patente ao público na Praça do Município.

No mesmo dia, às 11h30, no Salão Nobre, tem lugar a Sessão Comemorativa dos 475 anos da Cidade, com intervenção da Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Maria José Lemos Duarte, seguida da apresentação pública do Projeto de Requalificação da Praça Gonçalo Velho Cabral, da autoria do Atelier Backlar.

A Sessão Comemorativa pode ser seguida em direto no Facebook e Youtube da Câmara Municipal de Ponta Delgada.

No dia 3 de abril, às 21h00, vai ser transmitido online, e também na RTP-Açores, o concerto da Sinfonietta de Ponta Delgada “- Sinfonia nr 6 de L.V. Beethoven em Fá Maior Op. 68 – Pastoral”, envolvendo 38 músicos, 1 maestro (Amadeu Resendes) e 6 técnicos. O concerto é gravado no Teatro Micaelense sem a presença de público.

No dia 4 de abril, às 17h00, é também ser transmitido online o concerto da Orquestra Ligeira de Ponta Delgada, com 18 músicos, 1 maestro (Marco Torre) e 3 solistas (Jéssica Sousa, Aníbal Raposo e Luís dos Anjos), envolvendo 8 técnicos. O concerto é gravado no Coliseu Micaelense sem a presença de público.

No dia 5 de abril, decorre a videoconferência com as cidades geminadas com Ponta Delgada , sob o tema “Resiliência em Tempos de Pandemia”.

AA/CMPD