Presidente do Governo define misericórdias dos Açores como “parceiras de ação social”

O Presidente do Governo Regional dos Açores definiu as misericórdias da Região como “parceiras de ação social”, garantindo disponibilidade para serem atualizados os valores dos contratos-programa com as instituições.

José Manuel Bolieiro falava no final de uma reunião com a direção da União Regional de Misericórdias dos Açores (URMA), onde lembrou que o atual Governo assumiu no seu Programa que esta é uma “matéria prioritária”, fundamental para uma “Região solidária com as pessoas na sua individualidade e com as famílias”.

Para além disso, em termos orgânicos, foram elevadas as questões relativas à Solidariedade Social, que estão agora sob a alçada da Vice-Presidência.

As intervenções das misericórdias em áreas como o combate à pobreza ou à solidão ou matérias de apoio no campo da Saúde foram enaltecidas por José Manuel Bolieiro, que deixou ainda a garantia de vir a analisar a atualização dos valores dos contratos-programa com as misericórdias açorianas.

AA/GRA