Presidente do Governo reitera em São Jorge que mais vale “excesso de prudência” que negligência na ação

O Presidente do Governo Regional dos Açores reiterou à chegada à ilha de São Jorge, que mais vale, a propósito da situação sísmica na ilha, haver “excesso de prudência” que negligência na ação.

“Quero deixar uma palavra de satisfação e congratulação à população” jorgense, sublinhou, falando aos jornalistas na chegada à ilha.

“Apesar dos eventos não terem sido ainda dramáticos no sentido de provocar danos, é bom estarmos vigilantes e, neste caso, antes com excesso de prudência do que com negligência na ação”, disse ainda.

Deixando “gratidão e reconhecimento” a todos os que têm trabalhado a propósito desta crise, como as autarquias de Velas e Calheta e a Proteção Civil, José Manuel Bolieiro acrescentou ainda que o Governo dos Açores está a “otimizar a capacidade instalada” para auxiliar a população, nomeadamente a nível de assistência social.

Após a chegada à ilha, o Presidente do Governo reuniu-se com o Presidente da Câmara de Velas, Luís Silveira, tendo recebido mais informações e dados sobre a atual crise sísmica em São Jorge.

AA/GRA