Proteção Civil prolonga buscas até domingo para encontrar pessoa desaparecida na Povoação

O Presidente do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), que está a acompanhar no terreno as buscas para localizar a pessoa que está desaparecida na Povoação, adiantou que a operação irá durar até domingo, dia 4 de julho.

Em declaração aos jornalistas, o Brigadeiro-General Eduardo Faria explicou que a decisão de estender as buscas por mais um dia deve-se ao facto de “haver mais disponibilidade de bombeiros voluntários durante o sábado e domingo”, permitindo um reforço de operacionais.

Depois de domingo, adianta o responsável, irá verificar-se uma retirada de meios no terreno, mas “a Autoridade Marítima, no âmbito da sua missão de fiscalização da costa, continuará com uma incidência específica aqui na área de operações”.

Segundo Eduardo Faria, também todos os portos foram avisados e os pescadores foram sensibilizados para a “procura e identificação de possíveis vestígios”.

Por outro lado, o responsável pelo SRPCBA afirmou que o objetivo de ir até ao local, onde as buscas estão a ser efetuadas, passa por “perceber como é que as operações estão a decorrer, estar mais próximo dos acontecimentos e poder eventualmente ajudar nalgum tipo de estratégia a tomar”, numa fase em que “há um desgaste físico e psicológico dos operacionais que têm estado ao longo destes dias”.

A operação de sábado está prevista começar às 09h00 e durar até às 17h00.

As buscas continuarão a concentrar-se numa “área entre Ponta Garça (concelho de Vila Franca do Campo) e o Nordeste”, contando com a intervenção de 53 elementos, esclareceu Eduardo Faria

Ao longo destes oito dias, e até domingo, têm estado envolvidas várias entidades, nomeadamente do SRPCBA, dos Corpos de Bombeiros da Povoação, Ribeira Grande, Ponta Delgada, Vila Franca do Campo e Nordeste, do Serviço Municipal de Proteção Civil da Povoação, do Comando Operacional dos Açores, da Capitania do Porto de Ponta Delgada, da Polícia Marítima, do Instituto de Socorros a Náufragos, da Associação de Nadadores-Salvadores da Costa Norte, da PSP e da Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, com o apoio de embarcações e de drones.

O Presidente do SRPCBA agradeceu ainda o esforço e dedicação de todos aqueles que têm participado nesta missão.

AA/GRA