PS acusa Governo de não ter estratégia para o futuro formativo da Escola do Mar dos Açores

“É notória a ausência de estratégia deste Governo Regional para o projeto futuro da Escola do Mar dos Açores”, lamentaram os deputados do Partido Socialista eleitos pelo círculo eleitoral do Faial.

O Secretário Regional do Mar e Pescas, que é igualmente Presidente do Conselho da Administração da Associação para o Desenvolvimento e Formação do Mar dos Açores, entidade gestora da Escola do Mar, foi ouvido na Comissão de Assuntos Sociais da Assembleia Legislativa, sobre o afastamento da Administradora Delegada daquela infraestrutura escolar.

Ana Luís e Tiago Branco realçaram que aquele responsável “se recusou a informar qual a oferta de cursos, quais os projetos futuros da Escola do Mar e se esta irá abrir, ou não, no próximo ano letivo, que se inicia já em setembro”.

Para os Deputados do PS, não restam dúvidas de que o Secretário Regional, com a sua demissão, quis “forçar eleições antecipadas para nomear um novo Conselho de Administração, deixando cair a Administradora Delegada e o Comandante dos Bombeiros do Faial”.

Os socialistas lamentaram que este investimento, “tão importante para o Faial e para os Açores” esteja a ser “negligenciado pela tutela”.

Tiago Branco recordou que o PS pretendia potenciar mais a Escola do Mar, conforme se pode verificar “pelo manifesto eleitoral apresentado pelo PS às eleições de outubro passado”.

O deputado do PS lembrou que a “aquisição dos apartamentos da antiga Rádio Naval, para alojamento de formadores e formandos chegou a ser formalizada através de proposta de alteração ao Plano para 2021”, mas foi “inexplicavelmente, rejeitada pela coligação que suporta este Governo Regional”.

AA/PS