PS assume como seus diplomas que o PSD e o CDS-PP pretendiam deixar cair

O presidente do Grupo Parlamentar do PS requereu no plenário do Parlamento Açoriano, na cidade da Horta, a assunção de dois diplomas apresentados e depois retirados pelo PSD e pelo CDS-PP.

Em causa, está o apoio extraordinário ao rendimento dos pescadores e a vacinação dos estudantes do ensino superior, propostas de diplomas que os seus proponentes, o PSD e o CDS-PP, respetivamente, apresentaram à discussão com pedido de urgência, mas que depois acabaram por retirar.

Vasco Cordeiro, conjuntamente com deputados da Direção do GPPS, Andreia Cardoso, Miguel Costa e Sandra Dias Faria, assumiu para o PS e solicitou que o Projeto de Resolução n.º 64/XII – “Apoio extraordinário ao rendimento dos pescadores”, apresentado pelo Grupo Parlamentar do PSD, baixe à Comissão.

Também o Projeto de Resolução n.º 68/XII – “Vacinação dos estudantes do ensino superior”, apresentado e retirado pelo Grupo Parlamentar do CDS-PP, foi assumido pelo Partido Socialista, a pedido dos deputados Vasco Cordeiro, Andreia Cardoso, Miguel Costa, Sandra Dias Faria e José Ávila. Esta iniciativa baixa, igualmente, à respetiva Comissão Parlamentar da Assembleia.

Vasco Cordeiro fundamentou esta solicitação ao abrigo do n.º 2 do artigo 118.º do Regimento da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

“Em ambos os casos, o fundamento para a assunção dos projetos como propostas do Partido Socialista radica no facto dos problemas com o rendimento dos pescadores e com a vacinação dos estudantes não estarem resolvidos, concretizou o líder parlamentar do PS, Vasco Cordeiro.

AA/PS