Representações gráficas dos Açores na Biblioteca de Ponta Delgada

A Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital, por via da Direção Regional da Cultura, através da Biblioteca de Ponta Delgada promove até 1 de abril, a realização da mostra documental “Representações gráficas dos Açores – séculos XVI a XVIII”.

Partindo da coleção de cartografia à guarda desta instituição, a mostra pretende dar a conhecer uma pequena parte do acervo de Ernesto do Canto, com mapas do Arquipélago dos Açores, dos séculos XVI a XVIII.

A cartografia de Ernesto do Canto é constituída por mapas e cartas diversas, muitos representativos do Arquipélago dos Açores, com pormenores de todas as ilhas, mas com maior incidência para a ilha de S. Miguel, e detalhes da cidade de Ponta Delgada. Inclui também mapas de diversas partes do mundo, perfazendo um total de 356 exemplares.

Nesta mostra está representado o exemplar, de 1584, do “Theatrum Orbis Terrarum”, pertencente ao espólio de Ernesto do Canto e, embora não sendo uma primeira edição, trata-se de um exemplar considerado raro, e o único de que há conhecimento nos Açores.

A proveniência da coleção de cartografia da BPARPD, com um total de 656 exemplares, deveu-se maioritariamente a duas doações. A de Ernesto do Canto que, por testamento de 1 de maio de 1896, deixou à então denominada Biblioteca de Ponta Delgada os seus livros e manuscritos, e à doação, também por testamento de João Maria de Aguiar, datada de 11 de outubro de 1930. A totalidade da cartografia, que está devidamente acondicionada, é considerada de âmbito reservado, sendo que a sua consulta é disponibilizada em suporte digital na sala de leitura desta Instituição.

AA/GRA