Requalificação do miradouro da vigia das baleias vence OPJ na Ribeira Grande

A requalificação do miradouro da vigia das baleias, na freguesia da Ribeirinha, concelho da Ribeira Grande, foi a proposta vencedora de mais uma edição do Orçamento Participativo, projeto promovido pela Câmara da Ribeira Grande. O anúncio dos vencedores teve lugar hoje, em cerimónia on-line presidida pelo presidente da autarquia, Alexandre Gaudêncio, acompanhado pela vereadora Cátia Sousa e na qual marcaram presença vários dos proponentes.

A proposta vencedora foi submetida por Marco Furtado e recolheu 236 votos. Prevê a requalificação de um dos locais mais emblemáticos da ilha, a Ponta do Cintrão, através do arranjo de toda a zona da antiga vigia das baleias sem descaracterizar o meio envolvente. A ideia passa por criar um miradouro “suspenso” no local, bem como criar zonas de lazer para que possa ser mais um local de atração turística no concelho.

A construção do miradouro do Atlântico, na freguesia da Matriz, proposta por Hernâni Costa, ficou em segundo lugar com 201 votos, enquanto o projeto de criar uma biblioteca sobre rodas, apresentado por Mónica Medeiros, ficou no terceiro lugar dos mais votados com 144 votos.

A proposta do miradouro do Atlântico pretende requalificar a zona verde que fica próxima da nova ponte, enquanto a biblioteca sobre rodas visa adquirir uma viatura adaptada para servir de biblioteca itinerante, promovendo a requisição de livros através da biblioteca municipal Daniel de Sá.

Para os projetos vencedores a Câmara da Ribeira Grande reservou 210 mil euros – 70 mil euros para cada um deles – prevendo-se que fiquem concluídos até ao final do corrente ano. De realçar que, devido à pandemia, todo o processo relacionado com esta edição do Orçamento Participativo decorreu de forma eletrónica.

AA/CMRG