Resgate em alto mar de tripulante com sintomas de AVC

A Marinha, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), em articulação com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento das Lajes (RCC Lajes), com o Capitão do Porto da Horta e o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU-MAR), coordenou, desde as 09H23 (horas locais) de hoje, 5 de outubro, o resgate de um tripulante do género masculino de nacionalidade filipina, que se encontrava a bordo do navio mercante “Polar Colombia”, que apresentava sintomas de acidente vascular cerebral a necessitar de cuidados médicos.

Diversos meios estiveram envolvidos no resgate do tripulante de 50 anos cujo navio, com bandeira de Singapura, se encontrava a navegar a cerca de 73 milhas náuticas, o equivalente a 135 quilómetros, a oeste da Ilha das Flores. Desde logo, o navio dirigiu-se em direção à ilha das Flores, por forma a encurtar a distância a terra, tendo o resgate sido efetuado pela lancha da Polícia Marítima, que desembarcou o doente no porto das Lajes das Flores . A vítima foi, posteriormente, transportada para o aeroporto, onde aguardava a aeronave C-295 da Força Aérea Portuguesa (FAP) que a transportou para a Base das Lajes, na ilha Terceira, tendo o tripulante do “Polar Colombia” sido transferido para o Hospital de Santo Espírito. 

Estiveram envolvidos nesta operação o MRCC Delgada, o RCC Lajes, o CODU-MAR, um avião C-295 FAP, uma ambulância do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores e uma lancha do Comando Local da Polícia Marítima das Flores.​

AA/CZMA