Ribeira Grande apoia projeto “Calços da Maia”

O presidente da Câmara da Ribeira Grande assinou o acordo de colaboração e concertação territorial que corporiza o projeto “Calços da Maia”, a implementar na Lombinha da Maia e que pretende ser “um motor de desenvolvimento daquela zona do concelho.”

Para além do caráter inovador que vai permitir o desenvolvimento de iniciativas sociais, culturais e empresariais de base comunitária, o projeto “Calços da Maia” visa criar uma base de trabalho na antiga escola da Lombinha da Maia, cedida gratuitamente pelo município para este projeto, onde irão ser promovidas diversas iniciativas com o intuito de promover a melhoria da qualidade de vida da população daquela zona do concelho.

Entre estas, está a criação de um polo de atração turística e empresarial que divulgará e promoverá produtos únicos com base nas características e tradições daquela localidade.

Alexandre Gaudêncio destacou que “este projeto é fundamental para se inverter uma tendência de decrescimento demográfico que se tem verificado naquela zona do concelho, oferecendo melhores condições de vida às pessoas e funcionando também como um atrativo para a fixação de pessoas na Lombinha da Maia.”

O presidente da autarquia sublinhou que “o trabalho em rede, como este que aqui estamos a desenvolver, é o melhor exemplo que podemos dar, principalmente numa altura de incertezas e interrogações quanto ao futuro, devido à situação da pandemia”, reafirmando o “compromisso da autarquia em apoiar financeiramente este projeto, tendo disponibilizado gratuitamente a antiga escola da Lombinha da Maia para berço do projeto”.

O acordo de colaboração e concertação territorial que corporiza o projeto “Calços da Maia” envolve a Cresaçor, Museu Carlos Machado, Fábrica de Chá da Gorreana, Santa Casa do Divino Espírito Santo da Maia, Casa do Povo da Maia, Junta de Freguesia da Maia e a Câmara da Ribeira Grande.

AA/CMRG