Risco de derrocada obriga ao abate de árvores no Pico

O Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) da Madalena do Pico procedeu, no início deste mês, ao abate de cinco metrosideros e três salgueiros, cujas raízes já se encontravam expostas, devido ao avançado estado de erosão da arriba, onde haviam sido plantados.

Evitando que as raízes das árvores provocassem danos na estrada e área circundante, a operação realizada com o apoio da Direção Regional dos Assuntos do Mar e a Direção Regional do Ambiente, culminou no encerramento, por tempo indeterminado, de um pequeno troço do Caminho das Adegas.

Salvaguardando a integridade de pessoas e bens, a área sinalizada continuará a ser alvo de monitorização quinzenal, bem como de uma exaustiva avaliação por parte do LREC, de modo a mapear as vulnerabilidades desta zona fragilizada pela erosão costeira, prevenindo e mitigando danos, na eventual ocorrência de uma futura derrocada.

AA/CMM