Sara Cruz lidera projeto de cantautoras para o Festival Cordas

Sara Cruz apresentou-se, pela primeira vez, no Festival Cordas, na ilha do Pico, e já planeia voltar na próxima edição. 

Com momentos musicais entre os dragoeiros no Museu do Vinho e ainda no Auditório da Madalena, a cantautora, considerada pela NiT como “maior jovem talento de Portugal” é a primeira música açoriana confirmada para a próxima edição do Festival Cordas.

“Participar no Cordas foi muito mais do que ir tocar ao Pico”, admite Sara Cruz. “Para além de ter tido uma ilha lindíssima como palco, num dia de sol, com o Faial a olhar para mim enquanto cantava, foi uma oportunidade maravilhosa para poder conviver com outros artistas açorianos que muito admiro e respeito. Dias muito bem passados, muita partilha e muita música.”

No palco do Auditório da Madalena, Terry Costa, fundador do Cordas e diretor artístico da MiratecArts, entidade promotora do festival, desafiou a jovem compositora e guitarrista açoriana, para trabalhar e desenvolver, em conjunto, um novo programa para a próxima edição do Festival Cordas: Cantautoras com Cordas, ao qual, em modo de brincadeira, Sara Cruz aceitou o desafio dizendo que “só aceito por me perguntares em frente de uma sala destas, cheia de gente que adora música.” 

Aos 8 anos de idade, Sara Cruz agarrou na guitarra e fez dela a sua companheira. Licenciou-se em Comunicação Social e Cultura, na Universidade dos Açores, e atualmente dedica-se totalmente à música. Seu primeiro EP, Above Our Heads, estreou em 2018. Em 2019 recebeu o título de “Novo Talento Fnac” e foi vencedora do concurso “New Talent Nit”. Participou no Yamanha Music Europe “House of Talents”, em Barcelona, o qual virou documentário, já disponível online. Em 2021, participou pela primeira vez no Cordas World Music Festival e aguardamos o seu retorno à ilha montanha. 

Este ano, o Festival Cordas estreou o programa Juventude Açoriana com Cordas, que viu 6 jovens subirem um dos maiores palcos da região, e contou ainda com o programa Imigração com Cordas. Assim, no próximo ano, pretende-se adicionar o programa Cantautoras com Cordas, dedicado a mulheres portuguesas, que durante uma semana, em residência na ilha do Pico, vão partilhar os seus trabalhos, compor e construir um espetáculo único no Festival Cordas, que  tem datas marcadas para 16 a 25 de setembro 2022.

AA/MA