Secretaria Regional da Agricultura quer garantir que a alimentação dos Açorianos é “segura, credível e de confiança”

O Secretário Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural assegurou que o Governo dos Açores quer garantir que a alimentação dos Açorianos é “segura, credível e de confiança”, através das análises que são realizadas no Laboratório Regional de Veterinária.

António Ventura falava à margem de uma visita àquele espaço, onde adiantou que em 2021 foram realizadas pelo Laboratório Regional de Veterinária “cerca de 1,3 milhões de análises” dos 42 planos pecuários e de vigilância que existem e que têm de ser cumpridos.

“Assim aconteceu em 2021 e assim será também em 2022, ou seja, vamos garantir que a alimentação dos açorianos é segura, é credível e é de confiança pelo número de análises que se fazem aqui”, acrescentou.

O Laboratório Regional de Veterinária custa anualmente cerca de três milhões de euros ao Orçamento da Região, mas que, segundo o governante, “é um dinheiro bem aplicado, porque permite a segurança no sistema alimentar dos açorianos”.

O Secretário Regional da Agricultura adiantou ainda que no primeiro trimestre deste ano se prevê o início dos trabalhos de pesquisa e de análise na designada Zona de Biossegurança 3, em concreto, sobre a tuberculose.

“É das únicas do país, está preparada para várias análises, é uma zona de segurança e de estabilidade, onde se podem realizar testes fora do sistema alimentar no âmbito da pecuária”, avançou.

Para o efeito, António Ventura acrescentou que já foram adquiridos equipamentos no valor de 50 mil euros para se terminar a instalação e se proceder à abertura e utilização da zona das análises.

O responsável pela pasta da Agricultura destacou ainda a importância desta valência pelo facto de poder ser utilizada em diversos setores, designadamente, em âmbito militar ou da saúde.

AA/GRA