Seis novos casos de Covid-19 registados em São Miguel

Foram diagnosticados seis novos casos positivos de Covid-19 nos Açores, todos em São Miguel, sendo quatro no concelho de Ponta Delgada (três no Livramento e um na Covoada) e dois em São Brás, do concelho da Ribeira Grande. Este total de positivos resulta de 648 análises realizadas em laboratórios de referência e duas em laboratório não convencionado. Todos os casos foram registados em contexto de transmissão comunitária.

No que diz respeito a internamentos, à data de hoje há seis doentes internados, sendo quatro no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, com um em cuidados intensivos, um no Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira, em cuidados intensivos e um no Hospital da Horta, também em cuidados intensivos

Quanto a cadeias de transmissão local, segundo a ARS data de hoje estão ativas no arquipélago nove cadeias, sendo seis na Terceira, uma no Faial, uma no Pico e uma partilhada entre o Faial e o Pico. Até ao presente foram extintas 244.  Em vigilância ativa estão hoje 243 pessoas.

Nas últimas 24 horas foram registadas 13 recuperações, sendo quatro na Terceira, todas no concelho de Angra do Heroísmo (duas no Raminho e duas em São Sebastião), e nove em São Miguel, todas no concelho de Ponta Delgada (duas nos Arrifes, uma em São José, uma nas Sete Cidades e cinco nos Ginetes).

O arquipélago regista presentemente 123 casos positivos ativos, sendo 88 em São Miguel, 20 no Faial, 11 na Terceira e quatro no Pico.  

Desde o início da pandemia foram diagnosticados nos Açores 8.952 casos positivos de Covid-19, tendo recuperado da doença 8.611 pessoas. Faleceram 42, saíram do arquipélago 95 e 81 apresentaram prova de cura anterior. Até ao presente realizaram-se no arquipélago 699.032 análises para despiste do vírus SARS-CoV-2 que causa doença Covid-19.

Desde 31 de dezembro de 2020 e até 20 de setembro corrente, foram vacinadas nos Açores 172.284 pessoas com a primeira dose (72,8 por cento) e 186.398 com vacinação completa (78,8 por cento), no âmbito do Plano Regional de Vacinação.   

 

AA/ARS