Sessão de apresentação de livro de homenagem a Mário Mesquita no Teatro Micaelense

A Liberdade por Princípio. Estudos e Testemunhos em homenagem a Mário Mesquita, livro publicado sob a chancela das Edições Tinta-da-China, será apresentado no próximo dia 5 de outubro. A obra, que contou com o patrocínio da Presidência do Governo dos Açores e da Fundação Luso-Americana, reúne cerca de setenta colaboradores, entre colegas, amigos e antigos alunos do homenageado.

Apesar de já ter decorrido a apresentação do livro em Lisboa, no passado dia 15 de junho, na Fundação Calouste Gulbenkian, a Comissão Organizadora desta iniciativa considerou apropriada a realização de nova sessão em Ponta Delgada, terra natal de Mário Mesquita, de modo a que, não só todos os seus amigos, como também conterrâneos, profissionais de comunicação social e estudantes universitários, possam conhecer melhor a sua obra.

A Liberdade por Princípio. Estudos e Testemunhos em homenagem a Mário Mesquita, aborda o legado da sua cidadania e as diferentes facetas do seu percurso profissional, quer na redação e direção de importantes títulos, como a República e o Diário de Notícias, quer no contributo dado para o desenvolvimento de cursos superiores de Jornalismo, em diferentes Universidades, de que é exemplo a Escola Superior de Comunicação, de onde se aposentou no ano de 2020.

Foi precisamente para não deixar passar em claro a sua aposentação que dois dos seus antigos alunos, Cláudia Henriques e Pedro Marques Gomes, tiveram a ideia de promover este livro de homenagem. A estes dois nomes, juntaram-se ainda Tito Cardoso e Carlos Guilherme Riley, que assumiram a coordenação da obra em apreço.

A sessão de lançamento decorrerá pelas 17h00, no Salão Nobre do Teatro Micaelense, e será apresentada por Isabel Gomes, também antiga aluna de Mário Mesquita; contando igualmente com a participação de outros colegas e amigos, tais como José Luís Brandão da Luz, Gilberta Pavão Nunes Rocha, Carlos Guilherme Riley e Pilar Damião Medeiros, aos quais se juntarão Pedro Marques Gomes e Mário Mesquita, que encerrará a sessão.

A entrada é livre.

AA/CMPD