Temáticas ambientais em debata na PRaia da vitória

A autarquia praiense promove, de 22 de maio a 05 de junho, a IV Edição da Feira de Ambiente, englobando um conjunto de palestras destinadas à comunidade e subordinadas à vertente ambiental.

São oito os temas que serão abordados no decorrer do evento previsto durante dez dias, incluindo também uma exposição alusiva à conservação da natureza, patente nesta data no Centro de Interpretação Ambiental do Paul da Pedreira do Cabo da Praia.

No dia 25 de maio (terça-feira), pelas 11h00, está prevista a participação de Eduardo Dias, da Universidade dos Açores (UAÇ), com uma apresentação subordinada à temática “Biodiversidade”, seguindo-se a 26 (quarta-feira), à mesma hora, a palestra “A Sustentabilidade das Pescas nas Regiões Ultraperiféricas: o exemplo açoriano”, protagonizada por Daniela Costa, do Conselho Consultivo para as Regiões Ultraperiféricas.

Na quinta-feira, 27, às 14h00, Carlos Neto, da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, apresenta a “Importância da Educação em contacto com a Natureza”. No dia seguinte, 28, pelas 11h00, tem início a palestra “Agricultura Biológica: Saúde e Ambiente”, por Avelino Ormonde, da BioFontinhas. A 31 de maio, segunda-feira, também às 11h00, decorre a sessão “Leite Biológico dos Açores”, por Anselmo Pires, Presidente da Associação de Jovens Agricultores Terceirenses.

No dia 01 de junho, terça-feira, Rosalina Gabriel, da UAÇ, apresenta, pelas 11h00, o tema “Educação Ambiental”, seguindo-se a 02 de junho, quarta-feira, à mesma hora, a palestra “Geodiversidade”, por João Carlos Nunes, da UAÇ, polo de Ponta Delgada.

As apresentações culminam a 04 de junho, quinta-feira, pelas 11h00, com o tema “Património Natural versus Património Cultural dos Açores”, por Francisco Maduro Dias, Presidente da Comissão Executiva da Rede de Museus e Coleções Visitáveis dos Açores.

Estas palestras serão via zoom, dada a atual situação pandémica, envolvendo uma inscrição prévia, nomeadamente até ao dia 14 de maio, para o endereço de correio eletrónico: cia@cmpv.pt ou através do contacto 295 540 200, do setor de Ambiente e Zonas Húmidas do Município da Praia da Vitória.

Após confirmação da inscrição, os inscritos irão receber um e-mail com a confirmação da mesma e posterior convite para a sessão. Nesta deverá constar nome, morada, endereço de correio eletrónico e contacto telefónico.

Raquel Borges, vereadora responsável pela área de ambiente, acredita na “importância de serem promovidas iniciativas de âmbito ambiental, promovendo espaço para o debate e partilha de conhecimentos que contribuam para valorizar ações nesta vertente”.

“A Feira de Ambiente assume um papel preponderante na sensibilização da comunidade para as boas práticas ambientais. Este ano, e dada a atual situação de pandemia, o Centro de Interpretação Ambiental (CIA) acolhe uma exposição de cariz ambiental, cumprindo as regras de segurança definidas em altura de pandemia”, refere a responsável municipal.

Esta exposição, patente no CIA, pode ser visitada de 22 de maio a 05 de junho, nos dias úteis, entre as 09h00 e as 16h00 (horário contínuo).

AA/CMPV