Terminadas buscas para encontrar pessoa desaparecida na Povoação

As buscas para localizar a pessoa desaparecida, na Povoação, em virtude do mau tempo recente, terminaram este domingo, dia 4 de julho.

O Presidente do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), que esteve, ao longo dos últimos dias, a acompanhar a operação, garantiu que “as autoridades fizeram tudo o que estava ao seu alcance para tentar encontrar as vítimas durante estes 10 dias”, iniciando “as buscas com todos os meios que à disposição”.

Na sexta-feira, o Brigadeiro-General Eduardo Faria deslocou-se ao local da ocorrência, onde informou que a operação seria prolongada até este domingo, dia 4 de julho.

“O facto de termos encontrado a primeira vítima na segunda-feira, deu-nos força e motivação para continuar as buscas” para resgatar o corpo que está desaparecido.

“Fizemos um esforço derradeiro no fim-de-semana, atendendo a que tínhamos mais bombeiros disponíveis e, portanto, prolongámos as buscas até ao dia de hoje”, acrescentou.

O responsável, que falava em declarações aos jornalistas para fazer um balanço final da operação, salientou que, apesar de as buscas terem sido encerradas, “terminamos com a certeza de que todos os portos e pescadores estarão em alerta, sensibilizados e atentos, nas suas navegações, para o aparecimento de qualquer possível vestígio”.

Da mesma forma, “a Autoridade Marítima, no âmbito da sua missão de fiscalização da costa, continuará com uma incidência específica na área de buscas”.

Ao longo de 10 dias de buscas, realizadas entre Ponta Garça (concelho de Vila Franca do Campo) e o Nordeste, estiveram empenhadas diversas entidades, nomeadamente o SRPCBA, os Corpos de Bombeiros da Povoação, Ribeira Grande, Ponta Delgada, Vila Franca do Campo e Nordeste, o Serviço Municipal de Proteção Civil da Povoação, o Comando Operacional dos Açores, a Capitania do Porto de Ponta Delgada, a Polícia Marítima, o Instituto de Socorros a Náufragos, a Associação de Nadadores-Salvadores da Costa Norte, a PSP e a Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, com o apoio de embarcações, mota de água e de drones.

AA/GRA