Terminam as buscas pelos dois pescadores desaparecidos nos Açores

O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento de Ponta Delgada (MRCC Delgada) encerrou na noite de quinta-feira, dia 5 de maio, as buscas pelos dois pescadores da embarcação “Alexandre” desaparecidos desde sábado. Após terem sido consideradas extintas as possibilidades de êxito resultante do prolongamento das buscas, face às circunstâncias do sinistro, às condições ambientais da zona e aos limites para a sobrevivência da vida humana no mar.

No entanto, os meios da Autoridade Marítima Nacional sediados em Vila do Porto manterão as buscas, na base da oportunidade, sempre que viável e as condições meteorológicas o permitam. Adicionalmente, manter-se-á em vigor o aviso à navegação que alerta todos os navios e embarcações que cruzam a área, para se manterem alertas e reportarem qualquer avistamento para o MRCC Delgada. 

Estiveram envolvidos nas buscas pelos dois pescadores desaparecidos vários meios, entre os quais, o NRP Setúbal da Marinha Portuguesa, as lanchas da Autoridade Marítima Nacional Roaz e Bisga e uma mota de água, o helicóptero EH-101 e o avião C-295 da Força Aérea Portuguesa, a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Santa Maria, as embarcações de pesca e de recreio de Santa Maria, uma embarcação da Portos dos Açores, além da navegação mercante e de recreio que passavam na área e foram chamados a colaborar nestas ações.

A Marinha Portuguesa através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada) coordenou, desde as 18h45 de sábado, 30 de abril, a busca de dois tripulantes da embarcação de pesca “Alexandre”, que foi encontrada no dia seguinte, à deriva, a sul da Ilha de Santa Maria, Açores. Um terceiro tripulante da embarcação sinistrada foi resgatado pela embarcação de pesca “Santo Onofre”.​

AA/CZMA