“Tertúlias do Arriaga” com Judite Canhas Fernandes na Casa Manuel de Arriaga

A Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital, por via da Direção Regional da Cultura, através do Museu da Horta, promove, no dia 26 de novembro, pelas 18H30, a terceira edição de “Santo da Casa fazem Milagres…”, na Casa Manuel de Arriaga, na Horta, tendo como convidada Judite Canha Fernandes, integrado no ciclo de conversas informais intitulado “Tertúlias do Arriaga”.

Judite Canha Fernandes, natural do Funchal, residente em Lisboa, é doutorada em Ciências da Informação, licenciada em Ciências do Meio Aquático e pós-graduada em Biblioteca e Arquivo. Foi gestora de projetos internacionais, premiada pela Comissão Europeia, professora convidada na Universidade dos Açores, criadora da vertente documental do Centro de Informação CIPA, e oradora convidada em palestras em várias regiões do mundo.

Entre 2011 e 2016, foi representante da Europa no Comité Internacional da Marcha Mundial das Mulheres entre 2011 e 2016.

A partir de 2015 dedicou-se à escrita, sendo a sua obra literária composta por poesia, ficção (romance e conto) e teatro. O seu romance de estreia, “Um passo para sul”, recebeu o Prémio Agustina Bessa Luís, em 2018, e Menção Honrosa no Prémio Literário Dias de Melo, fazendo parte do Plano Nacional de Leitura 2020-2027.

O seu livro de poesia, “O mais difícil do capitalismo é encontrar o sítio onde pôr as bombas”, foi semifinalista no Prémio Oceanos, em 2018, entre outras obras.

A entrada é livre, sendo obrigatório o uso de máscara.

AA/GRA