Testes para avaliação da eficácia da erradicação de espécies de flora invasora na Graciosa

No início do mês de novembro, foram realizados testes na Ponta Branca, ilha Graciosa, com o objetivo de avaliar a eficácia de diferentes métodos de erradicação de espécies exóticas invasoras.

Estes trabalhos, realizados em parceria entre o LIFE IP AZORES NATURA e o Serviço de Ambiente e Alterações Climáticas da Graciosa, focaram-se em dois métodos diferentes para lidar com uma infestação de roca-da-velha/conteira (𝘏𝘦𝘥𝘺𝘤𝘩𝘪𝘶𝘮 𝘨𝘢𝘳𝘥𝘯𝘦𝘳𝘪𝘢𝘯𝘶𝘮), na zona da Ponta Branca de forma a recuperar este 𝘩𝘢𝘣𝘪𝘵𝘢𝘵 para mais tarde plantar espécies nativas.

Numa primeira zona de testes, foi realizada uma limpeza com recurso a métodos mecânicos tendo-se colocado, diretamente, nos bolbos das rocas-da-velha uma mistura de alguns produtos fitofarmacêuticos com corante alimentar para mais facilmente cidentificar que plantas foram tratadas.

Na segunda zona de testes, foi também efetuada uma limpeza semelhante. Contudo, após o corte das plantas, foi colocada uma lona preta sobre os bolbos de modo a evitar a entrada de luz solar.

Esta zona irá ser monitorizada nos próximos tempos, para determinar qual destes métodos será o mais eficaz no combate desta espécie invasora que se tem propagado em inúmeros 𝘩𝘢𝘣𝘪𝘵𝘢𝘵.

Saiba mais sobre o projeto em www.lifeazoresnatura.eu.

AA/LIFE IP Natura