Traje típico de 16 regiões do país em exposição no Nordeste

A Câmara Municipal do Nordeste, em São Miguel,  tem a decorrer na Sala de Exposições do Município uma mostra de 16 trajes típicos de diferentes regiões de Portugal.

Nota da autarquia adianta que é pretendido com esta exposição dar a conhecer a identidade, pertença, cultura, pluralismo e diversidade cultural das várias regiões do país representadas pelos seus trajes mais típicos.

Entre as regiões representadas estão Trás-os-Montes, com os Caretos de Podence (Património Cultural Imaterial da Humanidade) e os Pauliteiros de Miranda; a Beira Alta, com trajes típicos da zona Serrana; Estremadura, através dos trajes do pescador e das famosas sete saias, nazarenas; o Alentejo com o capote  alentejano; a região do Algarve com o traje típico algarvio, de senhor e senhora; a Madeira, concretamente o concelho de São Vicente, município geminado com o Nordeste, através do traje regional presente no folclore, e o arquipélago dos Açores com vários tipos de Capote e Capelo e trajes ricos.

Na exposição podem ainda ser apreciados os modos de confeção seculares através da apresentação de peças antigas como a fiadeira de lá e linho, as cardas, a dobadeira e o tear; os acessórios de ouro, o bordado e o popular coração de Viana, e a modernização do traje antigo da Casa de Trabalho do Nordeste resultante do trabalho de inovação desenvolvido por José António Tenente e Isabel Roque.

Toda a decoração da sala transmite Portugalidade, desde as luminárias em forma de coração de Viana, com dois metros de altura e cerca de 450 lâmpadas cada, aos tradicionais azulejos azuis e bancos tão marcadamente portugueses.

A exposição abriu a 22 de outubro e só encerrará a 31 de dezembro, estando aberta de segunda a sábado.

AA/CMN