Velas com aumentos na recolha seletiva

O município de Velas, na ilha de São Jorge, volta a registar uma evolução positiva na recolha seletiva de resíduos urbanos em 2020, a par do que já havia acontecido no ano de 2019. Isso mesmo pode-se comprovar nos valores dos resíduos recolhidos, tendo por comparação os últimos dois anos.

Se em 2019 o total da recolha seletiva no concelho atingiu o valor de 475.800,00 kg, em 2020 esse valor subiu para os 493.160,00 kg, ou seja, foram recolhidos mais 17.360,00 kg, mesmo num ano atípico com muito menos população flutuante, por via do setor turístico e dos emigrantes, refere a autarquia.

De salientar que desde 2018 que o município tem mantido uma forte aposta na promoção da Recolha Seletiva no Concelho, tendo-se vindo a registar um aumento substancial de resíduos recicláveis.

Em 2020 o papelão foi a matéria que mais os velenses reciclaram, atingindo os 183.980,00 kg, seguido do vidro com 162.820,00kg. Por sua vez o plástico atingiu os 149.100,00 kg de matéria reciclável.

Adianta uma nota da autarquia que estes são dados que demonstram que o trabalho que tem sido feito pelo município, em matéria de promoção da reciclagem, está no rumo certo.

Neste sentido, o executivo camarário deixa um agradecimento aos munícipes pelo facto de promoverem as boas práticas na separação dos Resíduos, sendo importante continuar este longo caminho que ainda temos a percorrer.

A autarquia recorda que a gestão dos resíduos é uma forte preocupação do município de Velas, sendo que promover a reciclagem é fundamental para garantir um futuro promissor em termos ambientais e de qualidade de vida da população.

AA/CMV